quarta-feira, 5 de novembro de 2008

"Hoje é outro dia" como bem profetizou Mário Quintana

Acho que não podemos deixar passar "de liso" o momento histórico que estamos presenciando. A vitória do democrata Barack Obama para a presidência dos EUA (Ou, como gosto de brincar, para a presidência do mundo! Tal a influência na vida do restante do globo) simboliza uma mudança de paradigmas e o reforço da democracia; uma "fé" que já vinha "pra lá" de desacreditada como fonte para resolução de todos os males e males... Amém!
Acabo de ler o discurso do mais novo e mais importante "líder do universo" e achei importante compartilhar. (Lembrei-me das leituras que fiz da clássica coletânea "Os Federalistas"(Filadélfia, 1787) - que é que o processo de independência nos EUA sendo comentado e debatido pelos próprios "mentores" e legisladores que faziam parte da construção daquele momento. Eles publicavam seus textos nos jornais da época, fomentando um debate forte de idéias e princípios que vieram definir boa parte do futuro da nação deles.)
Se quiserem saber mais sobre o esse outro momento histórico, achei este link:http://pt.wikipedia.org/wiki/História_dos_Estados_Unidos_da_América_(1783-1815)
Mas, "enquanto isto, na sala de justiça..."
Vamos passar a palavra ao novo "Supem Homem".
"E que Deus abençoe a América."
E que Deus abençoe aS AméricaS ÁfricaS, ÁsiaS e EuropaS, caro Obama!
Menina MA

5 comentários:

Anônimo disse...

Oi Menina Má! ahahaha
Não combina esse Pseudônimo, vamos trocar para Menina Boazinha? De Má vc não tem nada... Sou viciada em Blog e to gostando do seu... é quase como bater um papo com você e matar a saudade das nossas conversas! Um grande beijo!
Nanda Fiuza
Também tenho um blog, aparece lá de vez em quando... Nanda Fiuza
www.nandafala.zip.net

Menina F disse...

É um blablablá danado,típico de político vencedor, muito esperançoso, muito ufanista; mas que a mim não toca o coração nem o intelecto.
Obama era dos males o menos pior, na minha desinformada opinião.

Menina MA disse...

Não posso também fazer uma análise da conjuntura política norte-americana, cara Menina F. Mas, venhamos e convenhamos... um negro com a história de vida dele (isto, eu escarafunchei um pouco rs)conseguindo ser eleito nos EUA. Só mesmo no meio de uma séria crise, das piores que se tem notícia neste século. Isto é a tal mudança de paradigmas da qual eu falo! E somente a democracia (penso eu) poderia deixar brotar esta insurreição... E que venham outros comentários para melhor nos conjecturar com o tal momento histórico do qual estamos participando. (Eu tive mesmo vontade de usar a camiseta do Obama para fazer campanha - daqui do Brasil! Pense! Como dizem os meus queridos amigos cearenses...)
Menina MA

Menina MA disse...

Ops... neste século (recém-nascido) e no último século, o XX.
Acho que ainda nem nos acostumamos a ser do século XXI.
Beijos

Menina F disse...

Obama já começou a campanha na frente do adversário, com o apoio de toda mídia estrangeira de tom centro-esquerdo. Não foi a crise que o elegeu, foi Bush e suas trapalhadas.