domingo, 9 de agosto de 2009

Aniversário


Vai chegando o aniversário da gente e vem vindo um monte de lembranças e balanços, mesmo que não queiramos.

Fiz uma arrumação no quarto, nas coisas, nas fotos, nos guardados, nos engavetados e esquecidos.

Joguei fora, aproveitei, coloquei e recoloquei no lugar; fiz algumas inovações.

Revi fotos e reli muita coisa íntima. Cartões, cartas, bilhetes...

Chorei, sorri e revivi coisas guardadas na alma também.

Mas, em especial, queria relatar o reencontro com um presente que ganhei no último aniversário que foi muito importante para mim. Aqueles presentes bem diferentes e, por isso, especiais.

Era uma espécie de um espelho. Uma carta que me descrevia muito bem (e os defeitos estavam incluídos, cuidadosamente rs).

Acho que a amiga, que confeccionou o presente inspirador, não pôde entender como esse "espelho" foi e continua sendo valioso.

Foi como um flash, uma fotografia de relance, mas que pegou um close que foi fundo, e me trouxe de algum lugar ali, de presente para mim.

E continua sendo uma imagem na qual me vejo sob vários aspectos, como um bom espelho.

Agradeceria à ela ainda agora, passado quase um ano, na véspera de uma outra "data querida".


2 comentários:

Menina F disse...

As dádivas ultrapassam aquele que dá, as coisas tem mana, pq o doador sempre vai com a coisa dada. Inspirações maussianas....

▒▓█► JOTA ENE ® disse...

ººº
Parabén atrazados... mas mais vale tarde que nunca, né?